A Indonésia pra mim era uma incógnita completa. Sabia apenas que ficava na Ásia e que tinha uma cultura bem rica e diferente, mas não imaginava quão surpreendida eu ficaria com a diversidade e a beleza cultural que eu encontrei aqui.
E cá viemos nós sem um roteiro definido. Apenas dicas de amigos e a passagem de ida pra Jakarta.

De início ficamos meio assustadas com as ruas loucas da cidade e o trânsito caótico. E deu uma insegurança por não conhecer a cultura deles. As pessoas nos olhavam muito, mais do que esperávamos, e ainda tiravam foto descaradamente. Bem incômodo.
O calor em Jakarta era demais, que cidade melada! Não sei como eles usam tantas roupas no calor, não só as moças estavam com roupas compridas e lenço mas os homens também em sua maioria estavam cobertos.
Java, onde se localiza Jakarta, é uma ilha majoritariamente muçulmana. As pessoas são mais fechadas e não estão tão acostumadas com turistas. Bali, por outro lado, é bastante turística e as pessoas além de serem mais tranquilos com estrangeiros, se comunicam melhor num inglês enrolado com gestos.

indonésia1

Aos poucos fomos sendo surpreendidas com as pessoas daqui. São super queridas e atenciosas, buscam ajudar quando a língua permite e é visível o coração bom <3. Claro, não são todas e há áreas que temos que tomar cuidado. O povo é simples e tem muita pobreza. Mas eles são bastante religiosos. Em Bali, onde a maioria é hindu, há oferendas por todos os lados, lojas, restaurantes, hotéis.

Barganha é a palavra de ordem para os negócios. Foram poucos os lugares que fomos que não tivemos que negociar, e eles esperam isso de você. E falando em barganha, os preços iniciais são sempre muito altos. Eles são simples mas são muito espertos, sabem que nós turistas temos dinheiro pra gastar e se aproveitam disso. É como as praias do Rio e os preços abusivos do verão. Tem que negociar.

São muitos lugares maravilhoso e histórias boas para contar. Em breve vocês verão tudo por aqui!

Indonésia

Beijos,
Gaia


OBS: é provável que você encontre links de afiliados nesse post. Portanto, se você utilizou os nossos links para fazer as reservas da sua viagem, muito obrigada! É dessa forma que mantemos o blog ativo e sempre atualizado, pois ganhamos uma pequena comissão gerada através dessas vendas - e você não paga nada a mais por isso!
Quem escreve | @gaiavani
Quem escreve
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *