A Chapada dos Veadeiros é destino imperdível para quem curte cachoeiras. Além das trilhas com a rica vegetação do cerrado, as cachoeiras têm as mais diversas quedas, desde as maiores e com fluxo intenso de água até as piscininhas, com poços ótimos para nadar.

Há trilhas dos mais variados níveis, o que torna o turismo por lá bastante democrático. Aqui vão algumas das principais cachoeiras da Chapada dos Veadeiros pra você começar a se planejar agora mesmo!

01. Almécegas I: uma queda de 60 metros surpreendente que vai fazer você perder o fôlego!

mirante almecegas chapada dos veadeiros
Mirante das Almécegas, na Chapada dos Veadeiros

A cachoeira Almécegas I está localizada dentro da Fazenda São Bento, que fica na estrada entre Alto Paraíso e São Jorge. O acesso é fácil e a trilha leva aproximadamente 20 minutos. Você poderá explorar a cachoeira de três maneiras: do mirante, onde você terá um visual incrível de frente para a queda; lá de baixo, onde você poderá mergulhar e ir embaixo da queda; e nas piscinas, que ficam na parte de cima, com mini poços ótimos para relaxar.


Veja aqui todas as dicas para conhecer a Cachoeira Almécegas I.


02. Santa Bárbara: de encantar os olhos com a sua água cristalina!

Cachoeira Santa Bárbara Chapada dos Veadeiros

O caminho é longo até chegar à Cachoeira Santa Bárbara, a segunda cachoeira mais visitada da América Latina. Localizada em Cavalcante, a 120 km de Alto Paraíso, é preciso percorrer muitos quilômetros de carro, passando por estradas de terra e riachos. Chegando na Comunidade dos Quilombos Kalunga, o próximo passo é contratar um guia (obrigatório) para chegar ao acesso da trilha.

A trilha leve de aproximadamente 20 minutos nos leva a um cenário maravilhoso: água clarinha, muita natureza e um espaço ótimo para nadar.


Veja aqui todas as dicas para conhecer a Cachoeira Santa Bárbara


03. Carioquinhas: dá pra ficar um dia inteiro nas suas piscinas naturais.

onde ficar na chapada dos veadeiros

A cachoeira das Cariocas ou Carioquinhas parece que foi planejada, com piscinas naturais espalhadas por todo o lugar. Bate sol o dia inteiro, e é o lugar perfeito para relaxar, pegar sol e nadar. Fora os “aquários naturais” que rendem fotos lindas!

A Carioquinhas está localizada dentro do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Sua entrada fica na Vila São Jorge, a 35 km de Alto Paraíso. A trilha é bem sinalizada e longa, cerca de 2h até chegar no destino final.


Veja aqui todas as dicas para conhecer a Cachoeira Carioquinhas


04. Vale da Lua: um cenário totalmente incomum e surpreendente!

Vale da Lua Chapada dos Veadeiros
O Vale da Lua costuma ficar lotado, mas por um motivo óbvio: é realmente incrível!

As formações rochosas que lembram crateras lunares são curiosas e surpreendentes. Um cenário exótico que vai te deixar hipnotizado por alguns minutos e renderá altas fotos usando a criatividade.

O Vale da Lua fica na estrada entre Alto Paraíso e São Jorge. Há uma placa indicando a entrada, e após percorrer alguns minutos de carro em uma estrada de chão e apenas 15 minutos em uma trilha bem leve, você chegará pertinho das enormes crateras. Há 3 piscinas naturais, sendo as duas últimas as melhores para nadar.


Veja aqui todas as dicas para conhecer o Vale da Lua


05. Cânions 2: a grandiosidade do cânion dá uma sensação incrível de liberdade!

Uma enorme fenda entra duas pedras serve de passagem para as fortes águas do Rio Preto. Um cenário incrível para refletirmos como a natureza é perfeita! Além de observá-lo do alto, há uma ampla piscina natural formada por essa queda, perfeita para nadar e observar o cânion de frente.

Os Cânios 1 e 2 estão localizados no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. A entrada do parque fica a 1km do centro de São Jorge, uma das vilas localizadas ao redor do parque. Caso você esteja planejando ficar em Alto Paraíso, você deve pegar a estrada GO239 em direção à São Jorge. São 37km até lá. A estrada é excelente, e há ainda mais um trecho de estrada de terra, não mais do que 2km. É importante se programar para não chegar lá e ter uma surpresa indesejada. O parque abre às 8:00h e é bom chegar cedinho, pois há um limite de visitação diário.

Bem sinalizada, a trilha é moderada e, em sua maior parte, plana. São cerca de 5km de caminhada até os Cânions!


Veja aqui todas as dicas para conhecer a Cachoeira Cânios II


Escrevemos esse post especialmente para o site Catraca Livre! Para conferir, clique aqui.


OBS: é provável que você encontre links de afiliados nesse post. Portanto, se você utilizou os nossos links para fazer as reservas da sua viagem, muito obrigada! É dessa forma que mantemos o blog ativo e sempre atualizado, pois ganhamos uma pequena comissão gerada através dessas vendas - e você não paga nada a mais por isso!
Quem escreve | @nandahudson
Quem escreve
Criadora de conteúdo e viajante profissional, a co-fundadora e editora do Mala de Aventuras está sempre em busca de paisagens de tirar o fôlego e experiências transformadoras pelo Brasil e pelo Mundo.

5 respostas

  1. Olá meninas!
    Muito bacana o blog!
    Lendo sobre as cachoeiras imperdíveis, fiquei triste por vocês não mencionarem as Loquinhas hahahahaha
    Isso porque depois de Macaquinhos, foi o lugar que mais me impressionou por lá por conta da claridade da água. Fomos orientados a ir pra lá bem cedo, para ver o sol nascendo de uma das cachoeiras (essa da foto).
    Não sei editar fotos e acho que essa não faz jus à beleza do lugar, mas acho que dá pra ter uma ideia.
    Lá são várias cachoeiras. Você anda por uma trilha suspensa o tempo inteiro (o que protege o bioma lá) e seguimos a trilha da esquerda, andando até o final (que é onde tem essa cachu aí) e na volta, parando em todas as outras cachoeiras menores e poços que haviam por lá.
    Outra coisa que soube (e dei sorte) é que quem pretende ir pra lá, deve ficar atendo ao período de cheias (acho que é março/abril) e evitar a época das chuvas.

    Abraço!!!

    1. Oi Laene.
      Poxa, não tivemos tempo de conhecer nem as Loquinhas nem a Macaquinhos. Ficamos só 4 dias, o que não é nada perto da imensidão que é a Chapada né?
      Certamente teremos que voltar para ver de perto essas belezas da naureza. Adorei a foto que você compartilhou!
      Obrigada pela dica =)

  2. Oi Meninas, boa tarde! Estou querendo ir ano que vem no carnaval pra lá. Ficar 4 dias também. Você pegaram a Cachoeira Santa Bárbara muito cheia? Pois vi que muitos guias não indicam ela em período de feriado, pois teríamos que sair por volta das 4:00 da manhã sem garantia de chegar e entrar para visitá-la.

    1. Oi naathp,

      Eu fui no carnaval, saí bem cedo de Alto Paraíso, quando cheguei na comunidade quilombola, a lotação máxima diária da Santa Bárbara já havia sido atingida 🙁
      Aí nós fizemos as outras duas cachoeiras que tem lá na comunidade.
      Vou tentar ir de novo no carnaval de 2019 com minha esposa, o que decidimos fazer é dormir uma noite em Cavalcante, pois fica bem mais próximo da comunidade. Te sugiro fazer a mesma coisa, tenta dormir uma noite lá pra no dia seguinte conseguir chegar mais cedo e ir na Santa Barbara.

    2. Oi Nath! Nós fomos no Carnaval de 2015 e conseguimos entrar sem problemas. Porém, 4 anos se passaram e a Santa Barbara ficou mais conhecida.

      Com tantas cachoeiras incríveis pela Chapada dos Veadeiros, eu deixaria para conhecer essa em outra hora. Mas a sugestão do Paulo é uma boa mesmo. Se você pernoitar em Cavalcante, estará mais próxima da entrada da Sta Barbara, e consequentemente, conseguirá se programar pra chegar mais cedo na entrada. É melhor madrugar mesmo pra garantir, viu?

      Beijos e boa viagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *