Conhecido como o “Caribe Amazônico”, Alter do Chão é um destino que estava em minha lista de desejos fazia tempo e recentemente tive o prazer de conhecer este fantástico destino paraense. Entre praias de rio com bancos de areia branquinha e a floresta Amazônica, a região guarda belezas que você não verá em nenhum outro lugar do Brasil.

E se você quer descobrir o que fazer em Alter do Chão, chegou no lugar certo! Separei 25 pontos turísticos e experiências para você montar um roteiro bem bacana para uma viagem inesquecível. Assim sendo, continue sua leitura para desbravar as belezas desse local.

Nesse post você vai ver: ocultar

Vale a pena conhecer Alter do Chão?

Com certeza! Alter ganhou fama no mundo inteiro após ter sido eleita como um dos destinos de praia mais bonitos do Brasil, desbancando lugares como Fernando de Noronha, Jeri, entre outros.

Além das belíssimas paisagens naturais, o destino possui  uma cultura muito rica. Há muito o que se aprender com as comunidades locais, principalmente a respeito da preservação do ambiente.

passeios alter do chão
Floresta Encantada. Foto: @godiego / @gaiavani.

Dicas de viagem Alter do Chão

Antes de começar, nada melhor do que ficar por dentro de algumas dicas importantes. Ao olhar Alter do Chão no mapa, você percebe que a pequena vila é bem próxima de Santarém, mas será que é fácil chegar até lá? E as opções de hospedagem da vila? Vem comigo conhecer mais sobre o destino.

Como chegar em Alter do Chão

Não sabe como ir em Alter do Chão? Fique tranquilo, pois é bem fácil. A Vila de Alter está a 34km do aeroporto de Santarém, que recebe voos diretos diários a partir de Manaus, Brasília e Belém.

A partir daí, o trajeto de Santarém a Alter é feito de carro ou ônibus. A estrada é asfaltada e o caminho é tranquilo. São cerca de  40 minutos até a vila e pode ser que aos finais de semana a estrada fique mais cheia.

Como se locomover em Alter do Chão

Dentro da vila, a melhor forma de se locomover é a pé. Tudo fica bem próximo. Já para ir às praias, recomendo passeios de barco, ou aluguel de carro. Nós utilizamos a Serena Tur para os passeios. Fizemos 2 dias de roteiro de barco pelas melhores praias de Alter do Chão.

whatsapp serenatur

Qual é a melhor época para visitar Alter do Chão

Uma dica importante sobre quando ir para Alter do Chão: escolha o verão amazônico. Dependendo da época do ano a sua experiência pode ser completamente diferente.

onde se hospedar em alter do chão no pará
Início do verão amzônico em Alter do Chão. Foto: @gaiavani.

Da mesma forma que outros destinos de praia amazônicos, a melhor época para se conhecer Alter e suas principais atrações é durante o período das secas, que vai de agosto a dezembro. É nesta época do ano que surgem os bancos de areia e as famosas  praias de rio de Alter do Chão.

Somado a isso, recomendo o mês de setembro, em especial, por conta de um evento que rola na vila. O Sairé é uma espécie de Festival de Parintins que dura três dias e inclui canto, dança e rituais religiosos que surgiram da interação entre índios e portugueses.

O que fazer em Alter do Chão no verão

O verão amazônico coincide com a época de secas. Portanto, se você quer saber qual a melhor época para visitar Alter do Chão para se banhar nas praias de rio, eu diria que é justamente nessa época. O clima fica agradável e as águas transparentes. Ou seja, cenário perfeito para curtir cada cantinho das praias de rio.

o que fazer em alter do chão praias
Fim de tarde na Praia Ponta de Pedras. Foto: @gaiavani.

O que fazer em Alter do Chão no inverno

E o que fazer em Alter do Chão no inverno paraense? Com a época das chuvas, as praias e quiosques praticamente desaparecem. Em contrapartida, essa é uma ótima época para visitar os igarapés e igapós.

É possível visitar a FLONA, o Canal do Jari e o Rio Arapiuns. E apesar do nível dos rios estar bem alto, você conseguirá encontrar algumas faixas de areia para se banhar e ter aquela experiência deliciosa de praia no Rio Tapajós. Cajueiro e Pindobal, por exemplo, são ótimas praias para se visitar nessa época.

Onde se hospedar em Alter do Chão

Existem diversas opções para quem busca pousadas em Alter do Chão. Eu optei pela charmosíssima Casa da Árvore, que proporciona uma verdadeira experiência de imersão na Floresta Amazônica.

Outras opções que eu recomendo são a Quintal de Cuiarana e a Vila Ypawá, para quem quer ficar bem no burburinho, e a  Pousada Vila Alter e a Pousada Aurora Boreal, para quem está com o orçamento apertado.


Leia mais:

Pousadas em Alter do Chão: as 15 mais charmosas


O que fazer em Alter do Chão

Há muito o que fazer em Alter do Chão, especialmente se você curte contato intenso com a natureza. Por entre praias de rio, lagoas, igapós, igarapés, comunidades ribeirinhas e a floresta, você percebe toda a grandiosidade da região amazônica.

lago preto alter do chão
Lago Preto visto de drone. Foto: @gaiavani.

A cultura e a gastronomia paraense são um espetáculo à parte! Os sabores da região são fortes e marcantes. Tenho certeza de que não se encontram sabores como esses fora de lá. E pense em um povo animado! É só cair a noite que todo mundo se junta para dançar o carimbó, ritmo tradicional de música e dança local.

Se você ainda não conhece Alter, não espere muito mais para viajar pra lá. Tenho certeza de que você vai se encantar por esse destino assim como eu me encantei. Então continue comigo que vou te mostrar em o que fazer em Alter do Chão.

Praias de Alter do Chão

Claro que nossa lista de atrações de Alter do Chão, Santarém, começa com as famosas praias de rio. Aparentes apenas no período das secas, elas são grandes responsáveis pela fama do local.

Para visitá-las, recomendo contratar um passeio de barco com a Serena Tour. O Sr. Arnaldo foi o responsável por organizar meu roteiro pelas melhores praias de Alter do Chão e foi PER-FEI-TO! Vou deixar aqui o WhatsApp da agência para você entrar em contato com ele e fazer uma cotação.

Agora vamos descobrir quais são as famosas praias do “Caribe Amazônico”?

01. Ilha do Amor

Sem dúvidas, a Ilha do Amor é a praia mais famosa de Alter do Chão. Localizada em frente à orla da vila, ela é um braço de areia que divide o Lago Verde e o Rio Tapajós. Para chegar até lá você deve fazer a travessia nos barquinhos que ficam na orla (custam em torno de R$10).

o que fazer em alter do chão no verão
A Ilha do Amor é o local mais badalado de Alter do Chão no verão! Foto: @gaiavani.

A maioria das pessoas prefere ficar na faixa de areia do lado do Lago Verde. Desse lado, a água possui uma coloração mais bonita, existem mais opções de restaurantes e venta mais, o que ajuda a aliviar o calor. Já o lado do Rio Tapajós eu recomendo para o final de tarde. A golden hour desse lado é surpreendente.

02. Pindobal

Pindobal é praticamente a Copacabana de Alter do Chão. Badalada e sempre cheia, ela é uma praia com ótima infraestrutura para os turistas. O acesso é feito pela estrada do Pindobal e são apenas 15 minutos até ela.

Há diversos restaurantes instalados próximos à areia oferecendo bangalôs e guarda-sois para os turistas passarem o dia confortavelmente na praia. Além disso, eles tem no cardápio fartas opções de petiscos, bebidas e refeições completas. Você pode se sentar em um deles enquanto aproveita as areias douradas e a água morna.

03. Ponta do Muretá

Distante 5km em linha reta da Vila de Alter, a Ponta do Muretá é outra praia somente acessível de barco. Ela é bem parecida com a Ponta do Cururu. Embora suas areias sejam mais branquinhas, a água também é morninha.

No final da tarde e aos finais de semana a praia fica mais agitada. Então se você prefere mais tranquilidade, recomendo vir em outro horário. Também é preciso levar tudo o que vai consumir, incluindo comida e bebida.

ponta do muretá alter do chão
Ponta do Muretá vista de drone. Foto: @gaiavani.

04. Lago Preto

Também chamado de Lago do Taparí, o Lago Preto fica próximo a outra praia famosa da região: Ponta de Pedras. Por ser uma área de preservação das comunidades ribeirinhas, o Lago Preto é bem vazio e tranquilo.

O que chama a atenção é a água preta em um primeiro momento, mas que fica totalmente azul dependendo da incidência do sol. Com areia fofa e água na temperatura ideal, não deixe de incluir o Lago Preto em sua lista de passeios em Alter do Chão.

#DicaDaGaia: Está na dúvida se vale a pena fazer um passeio de barco em Alter do Chão? O MDA testou e aprovou a Serenatur. Eles organizam passeios incríveis pelos rios de Santarém! Clique aqui para entrar em contato com eles via WhatsApp. Aproveite o cupom MALADEAVENTURAS e ganhe 5% de desconto no valor do seu pacote com a empresa!

05. Ponta do Cururu

Próxima à Ilha do Amor, a Ponta do Cururu é outra praia de rio da região. Como ela só é acessível por barco, é preciso contratar um tour ou um barco particular.

Essa praia pode chegar a ter 2km de faixa de areia, mas isso varia de acordo com a época do ano e o nível dos rios. Normalmente ela é mais deserta, mas ao final do dia, muita gente vem ver o pôr-do-sol daqui.

Com águas mornas e areia dourada, a Ponta do Cururu é uma ótima sugestão de o que fazer em Alter do Chão. Contudo, lembre-se de levar comida e água, pois não há restaurantes por lá.

por do sol em alter do chão
Um dos lugares mais perfeitos para curtir o pôr do sol em Alter do Chão: Ponta do Cururu. Foto: @gaiavani.

06. Ponta de Pedras

Ao contrário de outras praias, a Ponta de Pedras possui fácil acesso e boa infraestrutura. Por isso, ela costuma ser mais cheia do que as outras. O acesso até essa praia é feito pela PA-457 por 15km e os 12km restantes é feito por estrada de terra.

Sua faixa de areia dourada e água quentinha deixam o cenário perfeito para um dia inteirinho de praia e água fresca. Há restaurantes instalados por lá que servem petiscos e refeições completas.

07. Aramanaí

Por fim, a Praia de Aramanaí é menos conhecida na região. Ela fica a 32km de Alter e o trajeto é feito por uma estrada não pavimentada. Chegando lá a praia surpreende. Suas areias são branquinhas e as águas transparentes.

Vale ressaltar que a Praia de Aramanaí pertence ao município de Belterra. Por lá você encontra pousada, restaurante e até bangalôs suspensos na água, além de muita tranquilidade.

Aramanaí Belterra
Bangalôs na Praia de Aramanaí. Foto: @gaiavani.

O que fazer em Alter do Chão: experiências imperdíveis

Nem só de praias se vive Alter do Chão. Existem diversas experiências inesquecíveis para vivenciar na vila. Eu particularmente adorei o contato mais próximo com a natureza e com as comunidades locais e tenho certeza de que será empolgante para você também.

08. Jardim da Vitória Régia

O Canal do Jari liga o Rio Tapajós ao Rio Amazonas. Em meio ao labirinto aquático, uma atração que chama a atenção é o Jardim da Vitória Régia, comandado pela simpática Dona Dulce.

dona dulce vitória régia alter do chão
Dona Dulce: a cozinheira famosa por suas receitas com vitória régia. Foto: @godiego.

Dona Dulce abriu as portas da sua casa para mostrar aos visitantes a beleza dessa planta e a infinidade de possibilidades que ela produz. Durante a visita ela te conta histórias e lendas que envolvem a planta e você ainda prova saborosos petiscos preparados com vitória régia. Sim, é possível comer vitória régia!

A visita custa R$20,00 por pessoa.

09. Trilha da Serra da Piraoca

Buscando trilhas em Alter do Chão? Se você curte este tipo de atividade, vai adorar a subida da Serra da Piraoca. Ela é o morro mais alto da região e fica próxima à Ilha do Amor. Lá de cima você tem uma vista panorâmica de Alter e região, incluindo o Lago Verde, a Ponta do Cururu e o Rio Tapajós.

Da vila até o topo da serra você leva aproximadamente 1 hora e a trilha é bem tranquila. Não é preciso ser um grande atleta para chegar ao topo.

trilha serra da piraoca alter do chão
Serra da Piraoca vista de drone. Foto: @gaiavani.

10. Floresta Encantada

Visitar a Floresta Encantada é uma ótima sugestão para quem busca o que fazer em Alter do Chão na cheia. O acesso é feito através de uma lancha até certo ponto e, em seguida, você passa para uma canoa.

Além de ser a oportunidade de fazer um passeio de barco em Alter do Chão, a Floresta Encantada te proporciona a experiência de observar mais de perto a fauna e a flora amazônica.

11. Centro histórico de Belterra

Belterra era conhecida como cidade das seringueiras e em suas ruas ainda se percebem traços desse período. Um fato curioso é que Belterra lembra muito as cidades do interior dos EUA. Isso se deve porque o município foi construído graças ao financiamento da Ford na década de 30.

Para um passeio rico em história e curiosidades desse capítulo do Pará, recomendo fazer uma visita guiada com o Sr. Antônio Castro.

belterra pará
Centro Histórico de Belterra. Foto: @gaiavani.

12. Comunidade de Jamaraquá

A 25km de Belterra fica a Comunidade Jamaraquá. Lá vivem cerca de 24 famílias que vivem da floresta. Durante o período das cheias você pode ver como os habitantes vivem da extração do látex e da produção de borracha natural. A partir do material extraído, as mulheres produzem diversos tipos de artesanato, como bijuterias, cadernos e até calçados.

Guias da comunidade também podem te levar para fazer trilhas pelo interior da floresta e uma visita à FLONA é realmente imperdível. Não perca essa dica de Alter do Chão, pois o pessoal da Comunidade Jamaraquá é muito receptivo.

13. FLONA (Floresta Nacional do Tapajós)

A FLONA é um dos lugares mais incríveis para se conhecer em Alter do Chão. A reserva possui mais de 527 mil hectares e você terá a oportunidade de caminhar por entre árvores tão gigantes que parecem não ter fim. Tudo, claro, com acompanhamento de um guia da reserva.

Apesar de não ter feito a caminhada pela mata, eu recomendo muitíssimo a visita guiada para conhecer mais sobre a fauna e a flora da Amazônia Paraense. Separe ao menos 4 horas para essa experiência. Caso deseje, existe a possibilidade de dormir na reserva.

14. Hospedagem na Casa da Árvore

Nos meus primeiros dias em Alter, fiquei hospedada na Casa da Árvore. O local é muito mais do que uma hospedagem com uma simples cama para dormir. Foi a oportunidade perfeita de ficar imersa no meio da Floresta Amazônica, rodeada pela natureza exuberante, recebendo a visita de macaquinhos, esquilos e outros animais todas as manhãs.

casa da arvore alter do chão
Casa da Árvore. Foto: @gaiavani.

15. Trilha das Preguiças

A Trilha das Preguiças é outra atração no Canal do Jari. Na época das cheias, ela é feita de barco, mas na temporada seca você pode ir a pé mesmo. Assim que chegamos, Dona Rosângela nos recebeu com muita simpatia e nos levou para seu barquinho a remo para conhecer a trilha.

No caminho, ela falou um pouco sobre a floresta e sobre como o clima vem mudando com o passar dos anos (aquecimento global, né?). É realmente incrível ver como o povo local é tão sábio. Ao longo do percurso você também observa diversas espécies da fauna e flora amazônica.

16. Dançar carimbó na Quinta do Mestre

Em uma viagem para Alter do Chão vai ser difícil não escutar o ritmo dançante do carimbó. Assim como em São Luís você escuta reggae por todo canto, o carimbó é o principal estilo musical do paraense.

À noite, muitas rodas se formam e logo o ritmo começa a tocar. Mesmo que você não saiba dançar, de alguma forma você já começa a se mexer e a rodopiar conforme a música. Eu particularmente AMEI a experiência de dançar o carimbó. Sem contar que foi um ótimo exercício físico. Eu saí de lá suando de tanto rodar minha saia.

o que fazer em alter do chão a noite
Dançar carimbó na Quinta do Mestre foi mágico! Foto: @gaiavani.

17. Piracaia

Antes de tudo, Piracaia é uma palavra de origem Tupi Guarani que significa peixe frito. Ela serve para designar quando as pessoas se reúnem em torno de uma fogueira, como se fosse um luau, para saborear os peixes locais.

Infelizmente, essa foi uma experiência que nós não tivemos o prazer de desfrutar. Contudo, ouvimos ótimas recomendações de quem participa regularmente ou já participou. Então anota aí essa atração na sua lista de o que fazer em Alter do Chão.


O que fazer em Alter do Chão: restaurantes

Conhecer tantos lugares e passar por todas essas experiências certamente vai abrir seu apetite. Embora não haja muitas opções de restaurantes, a gastronomia de Alter do Chão, e do Pará, é riquíssima. Seus sabores são surpreendentes e em cada garfada você encontra uma explosão de sabores.

gastronomia do pará
O Restaurante Ty é uma ótima pedida para pratos elaborados a partir de ingredientes locais, como este pirarucu na redução de tucupi e crisp de jambu. Foto: @gaiavani.

Certos pratos e ingredientes são característicos da gastronomia local e são cheios de sabores. Dentre os peixes, o pirarucu e o filhote são os mais consumidos. Você vai encontrá-los de diversas formas, tais como frito, assado ou cozido. Já o aviú é uma espécie de mini camarão muito comum na região.


Tucupi é outro ingrediente bastante usado na culinária paraense. Ele é o caldo extraído da mandioca brava. Já o jambu é uma erva que deixa a boca meio dormente. O famoso açaí é saboreado no Pará de maneira bem diferente. Por lá, ele funciona quase como um feijão e não é degustado adoçado e gelado. E o taperebá é uma frutinha conhecida aqui no Sudeste como cajá e é muito gostosa!

18. Quiosque de sorvete na Praça

Vocês sabem que eu não dispenso uma lojinha de sorvetes locais, né? E a primeira coisa que eu fiz ao chegar em Alter do Chão foi provar um dos sorvetes regionais mais famosos: o carimbó. Ele é feito de cupuaçu, com geleia de cupuaçu e castanha-do-Pará. Vocês não têm ideia de como é gostoso! Não deixem de experimentar!!

Existem outros quiosques na praça e diversos sabores exóticos para experimentar. Dentre os demais sabores você encontra açaí, tacacá, banana chips…

praça de alter do chão
Sabor carimbó: simplesmente divino! Foto: @gaiavani.

19. Peixaria da Ray

Para sabores e delícias paraenses, eu indico a Peixaria da Rayana. E toda a história desse restaurante começou com um belo romance. Raimundo era um garçom e Ana Maria uma cozinheira de mão cheia. Eles se apaixonaram, casaram e fundaram a casa para encantar Alter do Chão.

A Peixaria da Ray fica perto da Ilha do Amor e seus pratos variam entre R$18,00 e R$144,00. Há quem diga que eles servem os melhores peixes na brasa da região. O cardápio é bem variado e os pratos vêm com bastante comida. Outro ponto alto, certamente, é o atendimento.

Localização: R. Lauro Sodré, 942 Alter Do Chão.

20. Ty Comedoria

Outra sugestão de restaurante em Alter do Chão é o Ty Comedoria. O local fica na orla e possui atmosfera bem descontraída. Quem chega para comer sai surpreendido não só com o atendimento, como também pela qualidade dos pratos servidos na casa.

No cardápio, peixes como o filhote e o pirarucu, sempre no ponto perfeito. O trio de tapiocas é sensacional. E os petiscos são perfeitos para saborear com os drinks da casa enquanto você admira a vista.

Localização: R. Lauro Sodré, 441 Alter Do Chão.

21. Do Italiano

Se você quiser dar uma pausa nos pratos regionais, o Do Italiano é o lugar certo para ir. Ele fica na praça principal e nós adoramos a comida de lá! Comemos uma massas e pizzas deliciosas. O ambiente é bastante agradável, com opções de mesas do lado de fora também. Os pratos custam na faixa de R$90,00.

melhores restaurantes alter do chão
Do Italiano: ambiente agradável e boa gastronomia. Foto: @gaiavani.

22. Arco Iris da Amazônia

E nem pense em voltar para casa sem experimentar o açaí amazônico! Para isso eu recomendo o Arco íris da Amazônia. O restaurante fica na praça principal de Alter e serve refeições leves e o tradicional açaí paraense.

No cardápio você vai encontrar delícias regionais como o pirarucu e o tucunaré. Os crepes são sempre bastante elogiados pelos clientes. E para fechar a noite, não deixe a sobremesa faltar.

Localização: Praça 7 de setembro – Alter do Chão

23. Maniva & Co

Em seguida, o Maniva & Co é um barzinho descolado pertinho da praça principal. Ele possui uma pegada rústico-chique e é um local ótimo para um happy hour com os amigos.

Além de cerveja bem gelada e ótimos petiscos, eles também servem drinks clássicos e autorais com um toque dos sabores amazônicos. Para ficar ainda melhor, em alguns dias da semana, eles possuem DJ animando a casa.

Localização: R. Turiano Meira, 774 – Alter do Chão

onde comer em alter do chão
Ótima pedida para petiscos, cervejinha e boa música. Foto: @gaiavani.

24. Casa do Saulo

Por sua vez, a Casa do Saulo é um restaurante que fica em Santarém. Assim sendo, ele é uma boa para quando você estiver chegando ou se despedindo da região. Ele é um restaurante aconchegante, com vibe rústica e pratos deliciosos.

Você encontrará porções, pratos individuais e pratos para dividir. Geralmente os peixes assados são bem servidos e mais de uma pessoa come bem. E o melhor é que ele fica bem pertinho da praia, então o visual é de tirar o fôlego.

Localização: Rodovia Interpraias, S/N, Santarém, Pará

25. Piracema

Também em Santarém, o Piracema é um dos melhores restaurantes da cidade. O salão é decorado com elementos artesanais locais, dando um toque rústico – chique ao local.

Pratos bem servidos permitem que a comida seja compartilhada entre as pessoas. Fora o atendimento de toda a equipe que é sempre muito atencioso.

Localização: Avenida Mendonça Furtado, 73 Prainha, Santarém, Pará

onde comer em santarém
O melhor restaurante de Santarém! Foto: @gaiavani.

Bônus: comprinhas em Alter do Chão

Se você, assim como eu, gosta de garimpar peças de decoração autênticas durante suas viagens, recomendo demais conferir a loja Araribá, localizada pertinho da praça principal de de Alter do Chão.

Ali você encontra belas cestarias e cerâmicas, além de lustres, esteiras, redes, toalhas e outros artigos desenvolvidos por mais de 80 etnias indígenas da região do Pará. A seleção de artesanato do local é realmente surpreendente.


Dicas de roteiro em Alter do Chão

Depois de conhecer mais sobre os atrativos do Caribe Amazônico, hora de montar um roteiro por Alter do Chão!

Se você procurar pacotes em Alter do Chão, vai achar ótimas opções, mas há quem prefira montar seu próprio roteiro. Assim sendo, confira esses roteiros que montei para você se inspirar.

O que fazer em Alter do Chão em 1 dia

Algumas pessoas ficam hospedadas em Santarém e optam por fazer apenas um bate e volta até Alter do Chão. Mas o que fazer em Alter do Chão em 1 dia? Mesmo não sendo possível conhecer todas as atrações, você pode selecionar algumas mais importantes para conhecer:

  • Chegada logo cedo em Alter
  • Visita à Ilha do Amor (com almoço por lá mesmo)
  • Antes de retornar para Santarém ao final do dia, não deixe de tomar um sorvete regional na praça da vila.

Viu como é fácil encaixar um dia desses em um roteiro Santarém + Alter do Chão?

quando visitar alter do chão
Praia do Amor vista de drone. Foto: @gaiavani.

O que fazer em Alter do Chão em 3 dias

Caso você passe um final de semana na vila, a primeira coisa a se fazer é achar um hotel em Alter do Chão. Além das dicas que colocamos aqui, temos um post bem legal com pousadas em Alter do Chão que você não pode deixar de ver. Mas vamos então ao roteiro de 3 dias em Alter:

  • Dia 01: Chegada à Alter do Chão + Ilha do Amor + Trilha da Serra da Piraoca + Carimbó na praça à noite (conferir no seu hotel o dia do carimbó!)
  • Dia 02: Passeio de barco pelo Canal do Jari com Trilha das Preguiças +  Jardim da Vitória Régia + Lago Preto + Pôr-do-sol na Ponta do Cururu.
  • Dia 03: Praia do Pindobal OU Ponta das Pedras e retorno para casa.

O que fazer em Alter do Chão em 5 dias

Por fim, com mais alguns dias você vai descobrir mais lugares da região. Vem comigo para ver o que fazer em Alter do Chão em 5 dias:

  • Dia 01: Chegada à Alter do Chão + Ilha do Amor + Trilha da Serra da Piraoca + Carimbó na praça à noite (conferir no seu hotel o dia do carimbó!)
  • Dia 02: Passeio de barco pelo Canal do Jari com Trilha das Preguiças +  Jardim da Vitória Régia + Lago Preto + Pôr-do-sol na Ponta do Cururu.
  • Dia 03: FLONA + Comunidade Jamaraquá
  • Dia 04: Belterra + Praia de Aramanaía
  • Dia 05:  Praia do Pindobal OU Ponta de Pedras + Pôr-do-sol na Ponta do Muretá + retorno para casa.
melhores passeios alter do chão
Jardim da Vitória Régia no Canal do Jari. Foto: @gaiavani.

Perguntas frequentes de quem pesquisar o que fazer em Alter do Chão

Por ser um destino que está ganhando cada vez mais destaque no cenário nacional, é comum as pessoas terem dúvidas sobre a região.

Aliás, você sabia que a virada de ano em Alter é bem badalada? O Réveillon em Alter do Chão é uma festa deliciosa. Então quem sabe já não é uma dica de destino para o final desse ano.

Além disso, outras perguntas podem surgir na cabeça na hora do planejamento da viagem, como o que levar para Alter do Chão, quantos dias passar por lá, o que fazer à noite. Essas e outras dúvidas você vai descobrir agora.


Quantos dias em Alter do Chão?

Com tantas atrações e experiências interessantes, eu recomendo que você guarde ao menos 4 ou 5 dias para essa viagem. É claro que se você tiver mais tempo, melhor.

Qual é o melhor passeio de barco em Alter do Chão?

Sem dúvida, o melhor passeio de barco da região é o da Serena Tour. Nossos guias foram super simpáticos e conheciam TUDO da região. Não deixe de entrar em contato com eles através do WhatsApp da empresa. Ah! E não esqueça de falar que você é nosso seguidor para garantir 5% OFF.

whatsapp serenatur

O que fazer em Alter do Chão a noite?

Se engana quem pensa que não há o que fazer em Alter do Chão à noite. A cidade é vibrante a qualquer hora do dia. Quando o sol se põe, a dica é passear pela centro da vila, conhecer as barraquinhas da praça e tomar um sorvete sem pressa.

Além disso, as rodas de carimbó pipocam em diversos locais e muitos bares oferecem música ao vivo. E se tiver a oportunidade, participe de uma Piracaia.

O que fazer em Alter do Chão com crianças?

Atenção papais e mamães! Alter é um destino super acessível para quem vai com os pequenos. Os passeios são bem tranquilos e as praias de rio são ótimas. Sem contar o fato que muitas das atrações são uma excelente oportunidade para mergulhar nessa cultura diferente.

fauna alter do chão
Simpático morador da Trilha da Preguiça. Foto: @gaiavani.

O que fazer em Alter do Chão com chuva?

Se você encontrou uma passagem aérea com um bom preço para maio ou junho, deve estar se perguntando se esse é um bom período para visitar a região. Isso porque todos os blogs de viagem recomendam os meses de agosto a dezembro (verão amazônico), pois o período de chuvas em Alter do Chão acontece entre janeiro e julho.

O chamado inverno amazônico é marcado por grande um volume de chuvas, mas segundo os próprios nativos, é raro chover o dia inteiro ou ter longos períodos de chuva.

E o que fazer em Alter do Chão na cheia? É possível visitar a FLONA, o Canal do Jari e o Rio Arapiuns. Inclusive, o Jardim da Vitória Régia estará ainda mais bonito! E apesar do nível dos rios estar bem alto, você conseguirá encontrar algumas faixas de areia para se banhar e ter aquela experiência deliciosa de praia no Rio Tapajós.

E se você pegar uns dias de chuva durante a viagem, posso te garantir que dá para se divertir do mesmo jeito. Eu estive em Presidente Figueiredo, destino de cachoeiras no Amazonas, em março deste ano e peguei um tempo bem mais ou menos. Sabe o que fiz? Visitei várias das trilhas e cachoeiras da região mesmo debaixo de chuva. Foi delicioso!


Pronto para viajar para Alter do Chão?

Conta pra mim, já está com vontade de conhecer Alter do Chão? Tenho certeza de que você vai amar esse destino. E se ficou alguma dúvida, pode deixar sua pergunta nos comentários abaixo que irei te ajudar o mais breve possível.


OBS: é provável que você encontre links de afiliados nesse post. Portanto, se você utilizou os nossos links para fazer as reservas da sua viagem, muito obrigada! É dessa forma que mantemos o blog ativo e sempre atualizado, pois ganhamos uma pequena comissão gerada através dessas vendas - e você não paga nada a mais por isso!
Quem escreve | @gaiavani
Quem escreve
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *