Entre fazendas de café e montanhas de altitude elevada, encontram-se algumas das mais belas cachoeiras da região sudeste do Brasil. Estamos falando de Alto Caparaó (MG), uma cidadezinha de apenas 7 mil habitantes com belezas naturais estonteantes e ainda pouco conhecida pelos brasileiros.

Nesse post, você poderá conhecer esse destino tão tranquilo e acolhedor com enorme potencial turístico para os viajantes que buscam paz e conforto no interior do Brasil. Amantes de ecoturismo vão adorar descobrir o que fazer em Alto Caparaó (MG).


Dicas de viagem: Alto Caparaó (MG)

O Alto Caparaó é um destino rústico e possui uma infraestrutura turística bem básica. Não espere encontrar grandes hotéis e restaurantes renomados, mas pequenas pousadas e restaurantes com fogão a lenha. A beleza do local está justamente na simplicidade.

Parte do Parque Nacional do Caparaó, essa cidade mineira se localiza na divisa entre Espírito Santo e Minas Gerais. Ela serve como uma excelente base para quem deseja explorar toda a região do Caparaó, que engloba outras vilas, como Patrimônio da Penha, Pedra Menina e Rio Claro.

Aliás, se você deseja conhecer também o Caparaó Capixaba, recomendo dividir sua viagem em duas etapas: uma em Alto Caparaó e outra em alguma das cidades do estado vizinho.

Qual é a melhor época para visitar Alto Caparaó (MG)?

Para responder essa questão, eu te faço de volta uma pergunta: qual é o principal objetivo da sua viagem? Fazer o trekking do Pico da Bandeira? Mergulhar nos poços e cachoeiras de água cristalina? Ou simplesmente visitar as fazendas de café?

A temporada de montanhas se inicia em junho e vai até agosto. Ou seja, o período ideal para conhecer as trilhas da região é durante o inverno.

Se por um lado você ganha mais chances de dias firmes e sem precipitação, por outro você tem que encarar um frio brabo! E quando eu digo que faz frio, faz frio meeesmo! Portanto, prepare-se para valer, com segunda pele, fleece e corta vento com pena de ganso ou um equivalente sintético com tecnologia para reter calor. Luvas, gorros e meias térmicas também são bem vindos.

melhor época para visitar o caparaó
A melhor época para curtir as cachoeiras do Caparaó é em setembro. Foto: @gaiavani

No verão, você poderá aproveitar melhor as cachoeiras e poços refrescantes. Apesar das águas geladas, garanto que o mergulho será revigorante. O inconveniente dessa época do ano são as chuvas, que podem afetar drasticamente as estradas e também a transparência dos rios e cachoeiras.

Mas afinal, quando visitar o Alto Caparaó? Eu recomendo o período da primavera. Entre setembro e outubro você encontrará o melhor dos dois mundos: dias com temperaturas agradáveis e cachoeiras cristalinas. É possível que chova durante sua viagem, mas é pouco provável que você pegue longos períodos de chuva. Além disso, as temperaturas no Pico da Bandeira estão mais razoáveis. Não vou dizer que vai estar calor, mas certamente vai estar menos frio. rs

E sabe quem deu essa dica de melhor época no Caparaó? Meu super guia, que me ajudou a planejar cada detalhe para que essa viagem fosse perfeita! Já vou deixar aqui o Instagram dele para vocês poderem entrar em contato: Vilker Cruz.

Quantos dias em Alto Caparaó (MG)?

Muitos viajantes buscam a região para passar um fim de semana ou durante um feriado prolongado. Eu diria que quatro dias inteiros são o mínimo para que você possa desfrutar o melhor do Alto Caparaó.

Por outro lado, se você tiver uma semana, você poderá conhecer também a belíssima região do Caparaó Capixaba. Neste caso, recomendo que você fique três noites em Alto Caparaó ou Rio Claro e três noites em Pedra Menina ou Patrimônio da Penha.

o que visitar no caparaó
Prepare-se para deliciosos banhos de cachoeira no Caparaó! Foto: @gaiavani

Como chegar em Alto Caparaó (MG)?

Você pode chegar em Alto Caparaó (MG) de carro ou de ônibus, já que a pequena cidade não possui nenhum aeroporto próximo. Aliás, os aeroportos mais próximos da região são Vitória (ES) ou Ipatinga (MG), ambos a cerca de 4 horas de distância.

De carro

A melhor forma de chegar nesse paraíso mineiro é de carro. Digo isso porque este será seu meio de transporte ideal para chegar até as trilhas e cachoeiras da região.

De Vitória até Alto Caparaó, são 225km de distância em uma viagem de cerca de 4 horas e 40 minutos. Para quem sai de Belo Horizonte, a estrada é mais longa e percorrer os 330km leva 6 horas. Já para os cariocas, o percurso do Rio de Janeiro até o Caparaó será de 430km em uma viagem de 7 horas.

De ônibus

A partir de Vitória, a compra pode ser feita pela viação Águia Branca, que faz o trajeto até Manhumirim.

Partindo de Belo Horizonte, é possível comprar passagem para o destino pela viação Pássaro Verde até Manhumirim e depois seguir com a Viação Rio Doce.

Para quem parte do Rio de Janeiro, a viação Gontijo tem passagens até Manhuaçu e, depois, é preciso terminar o trajeto com a viação Rio Doce.

o que fazer no caparaó
Poço da Tartaruga, localizado no Caparaó Capixaba. Foto: @gaiavani

Como se locomover em Alto Caparaó (MG)?

Como mencionei acima, a melhor opção para circular pelo local é de carro. Não há muitas opções de transporte na cidade, então sem carro você terá dificuldade em chegar nos atrativos. Há também opções de agências de transfer no centrinho que oferecem transporte até os atrativos mais famosos do Alto Caparaó.

Ao optar por ir no seu carro, é importante que você saiba que as estradas da região são bem rústicas e que é comum o atolamento na época de chuvas. Vai no verão? Uma boa ideia é alugar um carro 4×4 para evitar perrengues nas estradas.

Onde ficar em Alto Caparaó (MG)?

O Alto Caparaó é um destino ideal para quem curte algo mais rústico e reservado. Por isso, não espere encontrar acomodações luxuosas por lá.

Nossa dica é: decida com antecedência onde ficar em Alto Caparaó para garantir as melhores hospedagens e saiba que as opções mais comuns de acomodação por lá são pequenas pousadas e casas de temporada.

chalés no caparaó
A infraestrutura turística do Caparaó é bastante recente, mas é possível encontrar pousadas e chalés super charmosos na região! Foto: @gaiavani

A Pousada Café da Mata é uma das melhores pousadas em Alto do Caparaó. O lugar tem uma vista linda e todos os chalés possuem varanda. Além disso, o delicioso café da manhã é bastante elogiado pelos hóspedes.

Já o Chalé na Fazenda é ótimo para quem está viajando em casal. No local, há uma banheira de hidromassagem e um terraço disponível para hóspedes. Ah! O pôr do sol visto de lá é incrível.

E para quem viaja em família ou com os amigos, você pode optar por ficar nessa casa lindíssima de 4 quartos com banheiros privativos. Além de ser super bem equipada, ela ainda conta com uma piscina aquecida disponível para os hóspedes.


Para ver mais dicas de pousadas no Caparaó, não deixe de conferir nosso post com as opções mais charmosas da região.


O que fazer em Alto Caparaó MG

O Alto do Caparaó (MG) guarda belíssimas cachoeiras, assim como muita natureza e tranquilidade. Este é o destino ideal para quem curte ecoturismo e turismo de aventura, pois oferece aos visitantes diversas opções de trilhas e passeios de bike.

A cultura do café também é bastante importante na região e você poderá ver de perto o processo de cultivo de grãos premiados mundialmente.

Animado para viajar para este destino mineiro? Então vem comigo descobrir os melhores lugares para visitar em Alto Caparaó!

01. Pico da Bandeira

O Pico da Bandeira é o terceiro pico mais alto do Brasil, com 2.892 metros de altura, e é um dos destinos prediletos dos praticantes de trekking mundo agora.

trilha pico da bandeira
Pico da Bandeira: o terceiro mais alto do Brasil! Foto: @gaiavani.

Os trilheiros são atraídos pelo nascer do sol do local, um magnífico espetáculo da natureza a ser visto desse ponto do Parque Nacional do Caparaó. Vale saber que é necessário madrugar e começar a subida até o pico por volta de meia noite para pegar o sol raiando lá em cima.

Há duas opções de pontos de acampamento no local: a Tronqueira e o Terreirão. Para quem opta por pernoitar no primeiro, são aproximadamente 5h de subida. Já o Terreirão fica no meio do caminho e encurta a caminhada noturna em 2 horas. Ou seja, para quem optar por este acampamento, a subida será mais suave pois será em duas etapas: uma de 2h e outra de 3h.

Dica: como no Pico da bandeira faz muito frio, é necessário se agasalhar bem e se preparar para temperaturas bem baixas. Eu visitei o local em Setembro, ou seja, na primavera, e peguei -3°C lá no topo durante o amanhecer. Fui com térmica, fleece e corta vento acolchoado e ainda assim sofri com as rajadas de vento forte. E olha que eu ainda levei meu saco de dormir na mochila para ter uma camada extra de proteção contra o frio antes do nascer do sol.

Preciso contratar um guia?

Recomendamos para trilheiros iniciantes e experientes a contratação de um serviço de guia até o Pico da Bandeira para garantir segurança no passeio. Por aqui, nós contamos com o Vilker Cruz em nossa trilha, para fazer o percurso com segurança, aproveitando suas informações importantes e curiosidades de cada pedaço do caminho.

trilhas do caparaó
Para fazer a trilha do Pico da Bandeira é muito importante estar preparado com as vestimentas adequadas. O frio é intenso! Foto: @gaiavani

Leitura recomendada:

Melhores botas de trekking: marcas e modelos para você escolher

Roupas para Trilha, Trekking e Montanhismo: o que vestir para maior conforto e performance?


02. Vale Encantado

A partir do acampamento da Tronqueira, no Parque Nacional do Caparaó, também se pode pegar trilha até o Vale Encantado. No local, há uma série de quedas d’água com poços límpidos para banhos.

Para chegar a este destino de águas cristalinas no Alto Caparaó (MG), você seguirá por 300m de trilha a partir da Tronqueira, encontrando as piscinas de água naturais que são bem famosas no Instagram.

Essa é uma excelente atividade se você não está tão acostumado com trekking, mas quer conhecer de perto as belezas deste parque brasileiro.  A trilha leve possui alguns trechos íngremes, mas não requer experiência prévia com montanhismo.


03. Vale Verde

Mais um belo atrativo do Parque do Alto Caparaó que não pode ficar de fora do seu roteiro: o Vale Verde. O local oferece um espaço repleto de natureza impecável, com cachoeiras, trilhas, piscinas naturais e um mirante incrível.

O acesso ao Vale Verde deve ser feito de carro e você consegue chegar já bem próximo das piscinas naturais. Aliás, a Cachoeira Bonita é uma das mais belas da região! Formada a partir do Rio José Pedro, divisor dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, sua queda de 80m de altura é bastante imponente e intensa.

Ao seguir a trilha que há no Vale Verde, você irá encontrar a Gruta do Jacu. Neste momento, você pode decidir explorar ou não a Gruta do Jacu, e depois seguir até o Mirante do Jacu. Ao fim da trilha do Vale Verde, esse Mirante oferece um visual imperdível de todo o entorno. Ao todo, são 800 metros de caminhada de nível fácil, bem rápida e tranquila.

Vale saber: o local possui uma ótima estrutura para os visitantes passarem o dia. Há um espaço completo para churrasco, com mesas, churrasqueiras, vestiário e banheiro.


04. Hidrolândia

Hidrolândia é um belíssimo Parque Natural no lado capixaba do Caparaó, mais especificamente no município de Iúna. Localizado a 25km da cidade de Alto Caparaó (MG), o atrativo tem acesso feito por estrada de terra. Assim como os demais pontos turísticos citados ao longo deste artigo, este também é ideal para uma viagem de carro.

cachoeiras no caparaó capixaba
Rio Claro abriga algumas das mais belas cachoeiras da região do Caparaó! Foto: @gaiavani.

Os maiores atrativos do local são as cachoeiras e poços de água límpida e refrescante. São eles: o Poço do Perdido, Poço da Gruta, o Poço da Lage, o Poço da Hidrolândia, o Poço do Martelo e o Poço do Portal. De tom verde cristalino, as cachoeiras do complexo são formadas pelas águas do Rio Brás.

Para quem não tem tanta experiência com trilhas, essa é mais uma dica de caminhada leve no Caparaó! Não há grande dificuldade de acesso aos poços e as distâncias variam entre 20 e 200 metros. Ou seja, esse é um ótimo local para visitar com crianças e pessoas com dificuldade de locomoção, pois as trilhas são bem fáceis de acompanhar.

Dica: esse é um ótimo lugar para passar o dia, pois há estacionamento amplo, além de infraestrutura com vestiário, bar e restaurante. Para planejar sua visita, leve em consideração o valor de R$ 15,00 para visitação e lembre-se que não é permitida a entrada no local com alimentos e bebidas, exceto frutas e carnes.

Para maiores informações é possível contatá-los no WhatsApp: (28) 999877339 entre 8h e 20h.


05. Cachoeira do Rogério

Impossível deixar de fora do seu roteiro pelo Alto Caparaó (MG) as cachoeiras formadas pelo Rio Claro. Elas ficam a mais ou menos 14km do centrinho da cidade e são acessíveis por uma estradinha de terra em uma viagem de 30/40 minutos.

A Cachoeira do Rogério fica dentro de uma propriedade privada e é cobrada taxa de 20,00 para entrada por pessoa. São belíssimos poços de banho naturais que convidam para um mergulho em meio à natureza.

cachoeira do rogério caparaó
A Cachoeira do Rogério é simplesmente uma delícia! Foto: @gaiavani

06. Poço das Antas

O Poço das Antas está dentro de um complexo de cachoeiras paradisíacas com água muito cristalina. Para chegar lá, você deverá pegar uma trilha de 4km em meio a natureza quase intocada.

Não há sinalização ou sinal de internet, como na maioria das cachoeiras da região. Por isso, é recomendada a presença de um guia local, pois essa é uma trilha cercada de mata quase virgem e exige alto conhecimento do espaço.

Para a entrada, há um Ecoticket de R$ 30,00 por pessoa e o local pode ser visitado de quarta a domingo e feriados, das 8h às 16h.

poço das antas caparaó
Poço das Antas. Foto: @gaiavani

07. Poço do Egito

O Poço do Egito é parte do Circuito das Cachoeiras do Rio Claro e está localizado na mesma estrada onde está situada a famosa Cachoeira do Segredo. Uma boa dica é aproveitar para visitar os 2 locais em 1 dia.

Suas águas variam entre tons azul turquesa e verde esmeralda e só é possível acreditar na perfeição das cores do Poço do Egito ao presenciá-las ao vivo!

Para visitar o local, é necessário pagar o ecoticket que custa R$20,00 por pessoa e depois é só descer através de uma escada feita de grandes rochas que levam até o poço.

Por conta da beleza e do fácil acesso, este é um dos atrativos mais visitados na região, então não espere encontrar sossego nos fins de semana e nos feriados. Ou seja, se você curte locais mais tranquilos, recomendo visitar o Poço das Antas, por exemplo.

poço do egito caparaó
Poço do Egito. Foto: @gaiavani

Vale saber: há um restaurante vegetariano (R$ 15,00 por pessoa com refeições livres) que vende também sucos. Não são vendidas bebidas alcóolicas ou refrigerantes.


08. Café do Príncipe

O Café do Príncipe é uma das produções de cafés especiais famosas da região do Alto Caparaó (MG). A família Horst iniciou o cultivo deste fruto há mais de um século na cidade e até hoje mantém seu cultivo e produção no município de Iúna (ES).

O local tem a visitação do processo de produção do café, contando toda a história e tradição da família. É possível marcar visitação com os proprietários, que aos poucos estão preparando o espaço para receber melhor os turistas.


09. Fazenda Ninho da Águia

Uma ótima experiência gastronômica, cultural e sensorial é a visita à Fazenda Ninho da Águia. Essa bela fazenda de café no Alto Caparaó (MG) oferece uma visita super completa. Você poderá ver todo o processo de produção, desde o plantio à torra, e ainda vai poder degustar um delicioso café premiado.

fazenda ninho da águia caparaó
Fazenda Ninho da Águia. Foto: @gaiavani

10. Recanto dos Tucanos

O sítio Recanto dos Tucanos está localizado a 2 km da principal entrada do Parque Nacional do Caparaó e tem ao fundo uma das principais nascentes do Rio Itabapoana, com águas cristalinas que formam cachoeiras e piscinas naturais.

O sítio tem uma extensa produção de cafés especiais de altitude e oferece estrutura de visitação. Você pode assistir ao pôr do sol nos 1.300m de altura das partes mais elevadas do local.


11. Pé de Breu

Outro sítio de produção de café de qualidade é o Pé de Breu, cujos cafés são totalmente artesanais. O local oferece estrutura para receber turistas e tem um circuito de visitação para degustação, com explicação de todo o processo de produção e cultivo do café especial de altitude.

plantação de café caparaó
Visitar uma fazenda de café é uma experiência muito enriquecedora. Foto: @gaiavani

O que fazer em Alto Caparaó: arredores

Há diversos atrativos incríveis e repletos de experiências com a natureza no entorno de Alto Caparaó (MG). E para facilitar o planejamento da sua viagem, listamos aqui as dicas de locais imperdíveis nos arredores da cidade.

12. Cachoeira da Pedra Roxa

Localizada no município de Ibitirama (ES), a Cachoeira da Pedra Roxa costuma ser visitada a partir de Patrimônio da Penha. Essa pequena vila serve como base para os viajantes que pretendem explorar a região do Caparaó Capixaba e suas belas cachoeiras.


Como você pode imaginar, essa cachu possui águas verdes cristalinas super convidativas para um mergulho. Para chegar lá, pesquise por Sítio da Onça no GPS. Contudo, seu acesso não é exatamente fácil, visto que a estrada de terra é precária e não há sinalização.


13. Cachoeira do Fizim

De águas cristalinas, a Cachoeira do Fizim fica próxima da Cachoeira Pedra Roxa, também no município de Ibitirama (ES). O acesso é fácil, então o lugar costuma ficar cheio aos finais de semana.

guia no caparaó
As águas dos poços e cachoeiras do Caparaó são surpreendentemente transparentes. Foto: @vilkercruz

14. Poço da Prainha

Ao sair da sede do distrito de Pedra Roxa, você pode encontrar diversos poços de águas naturais para banho. Um deles é o Poço da Prainha: área de mata fechada e bem preservada, com muita natureza ao redor e beleza!


15. Cachoeira do Aurélio

Mais uma região muito buscada pelos turistas que querem conhecer o Caparaó Capixaba: a vila de Pedra Menina. Dentre as belezas naturais encontradas por lá, a Cachoeira do Aurélio está na lista de imperdíveis.

Essa belíssima piscina natural de borda infinita com vista para o vale é acessível a partir de uma trilha de cerca de 1km após o acampamento Macieira (Parque Nacional do Caparaó). No caminho para a cachoeira, há diversos campos e florestas de altitude, com quedas d’água e piscinas naturais.


16. Cachoeira da Farofa

Outra belíssima cachoeira que também pode ser visitada a partir da portaria do Parque Nacional do Caparaó em Pedra Menina é a Cachoeira da Farofa. São diversas piscinas naturais com acesso feito por uma trilha curta, de aproximadamente 100 metros.

melhores cachoeiras do caparaó
Não pude conhecer todas as cachoeiras da região, mas pretendo voltar em breve para conhecer mais o lado capixaba do Caparaó! Foto: @gaiavani

17. Cachoeira dos Sete Pilões

Ainda em Pedra Menina, uma outra cachoeira bem bacana para conhecer dentro do parque é a Cachoeira dos Sete Pilões. Ela possui fácil acesso e tem beleza peculiar. Vale a pena a visita.

Deu para perceber que a portaria de Pedra Menina tem uma infinidade de atrativos bacanas para incluir na lista, né? Portanto, deixo aqui uma dica: pode ser interessante dividir sua estadia no Caparaó em 2 bases: Alto Caparaó (MG) e Pedra Roxa ou Pedra Menina (ES).

Para ficar por dentro das melhores localidades para se hospedar na região, não deixe de conferir nosso artigo de Pousadas no Caparaó.


18. Cachoeira do Escorrega ou Chiador

A 25km do centro da cidade do Alto Caparaó, a Cachoeira do Escorrega (ou Chiador) é um toboágua natural. Se você gosta de fortes emoções, esse é o destino certo!

A pedra que forma a queda d’água tem 52 metros, por onde escorre água formando um escorregador natural e finalizando com um belo poço! Mais acima, há mais 3 quedas d’água com piscinas naturais maravilhosas para ocupar uma tarde de diversão em meio a natureza.


19. Sítio Forquilha do Rio

Não só no Alto Caparaó existem cafés especiais de altitude. A região do ES também tem fazendas com cafés premiados. Em Pedra Menina, o Sítio Forquilha do Rio e é um exemplo de local que traz prêmios dos seus produtos no ano de 2022.

café especial caparaó
A região do Caparaó produz grãos de café de altíssima qualidade. Foto: @gaiavani

20. Café Bar Destino

Além de Pedra Menina, Patrimônio da Penha também se destaca na produção de café, com o Café Bar Destino. No local, eles trabalham com cafés regionais de qualidade e extração francesa e italiana. Possuem também um local de degustação com várias opções no seu cardápio. Aliás, a região do Patrimônio da Penha é repleta de fazendas cafeeiras e vale um passeio para conhecer os locais deslumbrantes.


Roteiro Alto Caparaó (MG)

Para te ajudar a organizar e aproveitar melhor sua viagem ao Alto Caparaó (MG), separamos algumas opções de roteiros com dias variados à sua escolha.

O que fazer em Alto Caparaó: 3 dias

  • Dia 01 – Parque Nacional do Caparaó (lado mineiro): Vale Verde, Mirante José Pedro, Cachoeira Bonita e Vale Encantando
  • Dia 02 – Passar o dia no Parque Hidrolândia
  • Dia 03 – Poço das Antas + visita a uma das fazendas de cafés premiados

O que fazer em Alto Caparaó: 5 dias

Além das dicas acima, considere:

  • Dia 04 – Cachoeira do Segredo + Poço do Egito + Cachoeira do Rogério
  • Dia 05 – Parque Nacional do Caparaó (lado capixaba): Cachoeira do Aurélio, Cachoeira da Farofa e Cachoeira dos Sete Pilões

O que fazer em Alto Caparaó: 7 dias

Para quem tem mais dias em Alto Caparaó (MG), a dica é contratar o guia local e aproveitar para subir o Pico da Bandeira.
Sabemos que não são todos que curtem trekking, mas é uma visita essencial para os aventureiros de plantão. Reserve os 2 últimos dias para a subida e acampamento.

camping parque nacional do caparaó
Acampar sob as estrelas é uma memorável no Parque Nacional do Caparaó. Foto: @gaiavani

Dúvidas frequentes de quem está planejando uma viagem para Alto Caparaó

Viajar é sair da nossa zona de conforto e é comum dúvidas aparecerem durante o planejamento. Se você ainda precisa de ajuda para entender mais sobre Alto Caparaó (MG), fique tranquilo! Abaixo você poderá conferir as respostas para as principais dúvidas dos nossos seguidores.

O que fazer em Alto Caparaó a noite?

Se você está procurando o que fazer em Alto Caparaó a noite, nossa dica é aproveitar as cafeterias e chocolaterias do centro. Na rua de acesso ao parque, também há música ao vivo nos finais de semana, o que traz um agito a mais para a pequena vila.

Vale também incluir uma visita na Sal da Terra, cervejaria artesanal de primeiríssima qualidade! Além de poder experimentar direto da fonte, você pode levar alguns rótulos para casa. É só agendar sua visita pelo (32) 999244306.

O que fazer em Alto Caparaó a dois?

O Alto Caparaó é considerado um destino romântico e há diversas opções de hospedagens para casal. As pousadas e acomodações têm pacotes convidativos para lua-de-mel e casais.

melhores pousadas caparaó mg
Paisagens bucólicas do Caparaó. Foto: @gaiavani

O clima em si é convidativo e o local ainda é bem discreto e reservado. Os parques naturais e poços de banho da região são ideais para curtir a dois e rendem belas fotos de casal!

Escolha uma das opções de cachoeiras mais remotas, com uma bela paisagem e deixe a tarde e a noite para desfrutar de um chalé com vista para a mata.

Quais são os melhores hotéis em Alto Caparaó?

Não há hotéis de luxo no local, mas as melhores pousadas no Alto Caparaó são a Pousada Café da Mata e o Chalé na Fazenda. Ambas têm avaliação acima de 9 pelo Booking e ótimas avaliações dos hóspedes.

Aliás, não percam nosso post com Pousadas no Caparaó: as 15 mais charmosas e escolha a sua!

Quais são os melhores restaurantes de Alto Caparaó?

Há opções bem acessíveis para comer no centrinho do Alto Caparaó. A partir de R$ 13,90 você consegue buffet livre de comida mineira.

Recomendamos algumas opções para café da manhã ou da tarde, como o Café Alolli, que é super aconchegante e familiar. Há também o Arte e Pão, opção acessível em valor para degustar os vários tipos de café produzidos na região.

Para um pouco mais de sofisticação, a Cafeteria La Vie possui provas de cafés preparados de modos especiais, na prensa francesa, no sifão, na cafeteira italiana, no coador de pano, entre outros.

comida mineira fogão a lenha
Comida mineira no fogão a lenha! Hmmmm! Foto: @gaiavani

Quais as melhores cachoeiras de Alto Caparaó?

A região possui uma variedade de cachoeiras e poços de banho para todos os gostos. Porém nós consideramos que as mais belas cachoeiras da região são o Poço das Antas, a Cachoeira do Rogério e a Cachoeira da Farofa.

Preciso de guia para as trilhas do Alto Caparaó?

O local não exige a presença de um guia para a visitação, mas ter um faz toda a diferença. O guia vai te ajudar a montar um roteiro bem completo e fazer as adaptações necessárias de acordo com o clima.

Durante minha viagem, por exemplo, tivemos que reorganizar as cachoeiras para garantir que pegaríamos tempo bom durante a visita, pois havia previsão de chuva durante alguns dias.

Dica de guia no Alto Caparaó?

Como disse, um guia fez toda a diferença para o sucesso da minha viagem. Contamos com o Vilker Cruz, um excelente guia especialista na região do Caparaó. Aliás, além de guia, ele tem um trabalho incrível como fotógrafo. Ou seja, você ainda pode garantir umas imagens fantásticas para levar de recordação para casa.


O destino ainda está se adaptando às visitas de turistas, por isso ter alguém que conhece o espaço faz a experiência ser mais completa e prazerosa!


Pronto para visitar a região do Alto Caparaó?

Esperamos que com essa dicas, você consiga aproveitar muito a sua viagem para Alto Caparaó MG. Se você ainda tem alguma dúvida, deixe aqui nos comentários para que a gente possa te ajudar!


OBS: é provável que você encontre links de afiliados nesse post. Portanto, se você utilizou os nossos links para fazer as reservas da sua viagem, muito obrigada! É dessa forma que mantemos o blog ativo e sempre atualizado, pois ganhamos uma pequena comissão gerada através dessas vendas - e você não paga nada a mais por isso!
Quem escreve | @gaiavani
Quem escreve
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Aqui você encontra a melhor curadoria de destinos, hotéis e experiências pelo mundo. Acompanhe as nossas viagens em tempo real no @maladeaventuras
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Nossos presets!

    Sua fotos incríveis com apenas um clique!
    Conheça a nossa coleção de filtros para edição de fotos no aplicativo Lightroom!

  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
    ebookMDA
  • Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *