Nesse post você vai conferir onde esquiar em Bariloche com dicas de estações de ski na própria cidade e nos arredores, ou seja, nas cidades vizinhas que se encontram a poucos km de distância de Bariloche, como o Cerro Bayo, Cerro Chapelco e Cerro La Hoya para aproveitar bastante a sua viagem de neve!

Bariloche é um dos principais destinos da América do Sul quando o assunto é esquiar! Além de ter uma ótima estação de ski para quem quer se aventurar no esporte, a cidade possui uma boa estrutura, com muitos hotéis, bons restaurantes e outros passeios interessantes!


Onde esquiar em Bariloche 2023

Apesar de ser uma cidade rodeada por Cerros cheios de neve no inverno, a única estação onde você pode, de fato, praticar esqui e snowboard em Bariloche é o Cerro Catedral. Os demais Cerros possuem outros atrativos como o esquibunda em Piedras Brancas e a Confeitaria Giratória no Cerro Otto.

Ainda assim, Bariloche é uma cidade muito procurada por esquiadores iniciantes e profissionais. E antes de te apresentar onde esquiar em Bariloche 2023, vamos falar um pouco sobre qual é a melhor época para esquiar em Bariloche.


Inverno na Argentina: quando tem neve na Argentina?

O inverno na Argentina ocorre junto com o inverno no Brasil, ou seja, nos meses entre junho e setembro. Durante esses meses, as temperaturas são muito baixas, chegando até mesmo abaixo de zero.

O ano de 2022 bateu recordes de neve na Argentina. Os flocos de neve começaram a cair em Abril, mais cedo do que o habitual, e também duraram mais do que a população estava acostumada. Certamente não dá para prever a data exata de início e fim da neve na Argentina, mas entre o fim de junho e o fim de setembro você será presenteado com as montanhas cobertas de neve!

– Melhor época para esquiar na Argentina

Quando falamos da melhor época para esquiar na Argentina, com certeza estamos falando do final de junho até o final de setembro. Em Maio e Outubro você encontrará neve, mas as pistas não estarão no seu auge.

Cerro Catedral
No Cerro Catedral, estação de ski de Bariloche

– Baixa temporada x alta temporada

A alta temporada em Bariloche acontece entre os meses de maio e agosto. Nesse período, muitos estudantes da Argentina fazem passeios para Bariloche e a cidade fica lotada, assim como as estações de ski.

Se você quer esquiar com mais tranquilidade, recomendamos ir em setembro, quando começa a baixa temporada. Nesse período, a movimentação estudantil já não é tão intensa e os centros de ski ficam menos cheios. Esse mês também é ótimo porque as pistas ainda estão nas melhores condições.

Já em outubro, com a continuação da baixa temporada, você encontrará as pistas muito mais vazias e livres. No entanto, precisará verificar se estão em boas condições.

– Qual é a média de temperatura nas Estações de Ski

Nos meses de julho e agosto, a temperatura média nas estações de esqui fica em torno dos 3º graus. Mas não é difícil também encontrar temperaturas negativas por lá.

Além disso, a sensação térmica em dias de vento pode cair também para graus negativos. Por isso, esteja preparado para o frio! Caso você sinta que levou agasalho demais, existem guarda-volumes que podem ser alugados nas principais estações de ski.

Roteiro 10 dias Bariloche
Esquiando no Cerro Chapelco

Onde esquiar em Bariloche: na própria cidade

Se você vai se hospedar em Bariloche e quer esquiar na própria cidade, fique tranquilo. A cidade de Bariloche possui lugares para a prática do esqui e do esquibunda. Vamos conhecê-los a seguir.

01. Cerro Catedral

O Cerro Catedral é a principal estação de ski de Bariloche, localizado a 19km do centro da cidade. A montanha faz parte do Parque Nacional Nahuel Huapi e foi um dos primeiros centros de ski da América do Sul.

É muito frequentado por turistas que vão até lá para ter o primeiro contato com a neve e fazer a primeira aula de ski ou snowboard. É claro que entusiastas do esporte, principalmente da América do Sul, também vão para aproveitar bastante as 53 pistas de diferentes níveis de dificuldade ao longo das montanhas.


Veja também: Onde se hospedar em Bariloche


onde esquiar em Bariloche
Onde esquiar em Bariloche: esquiando e aproveitando a paisagem para o Lago Nahuel Huapi, no Cerro Catedra!

A estrutura do Cerro Catedral é ótima para quem quer esquiar em Bariloche: apesar de ficar 30 min distante do centro da cidade, tem um pequeno comércio, com mercadinho, restaurantes, hotéis e lojas de aluguel de equipamentos. Se você vai viajar apenas para esquiar, vale a pena se hospedar ali por perto! Outra dica boa é comprar o passe para vários dias, ao invés do passe diário – as tarifas são um pouco mais em conta!

Mas, se a sua intenção é apenas apreciar a neve, você pode pegar o teleférico (pegue o Amancay, que é fechado e leva até um café bem gracinha, com visual bonito) e ir até o alto da montanha para curtir a belíssima paisagem para os lagos de Bariloche. É de tirar o fôlego, principalmente se você der sorte com um dia bonito de céu azul!

Lá no alto há alguns cafés e restaurantes para se esquentar enquanto toma um chocolate quente e observa os esquiadores pra lá e pra cá. Um programa super legal que a gente recomenda, apesar dos preços altos das refeições e bebidas.

Os valores do passe variam de acordo com a temporada. Você pode conferir o tarifário atualizado sempre no site do Cerro Catedral.

Nossa experiência no Cerro Catedral:

Estivemos lá em Setembro de 2022 e escolhemos a Escuela Xtreme para alugar roupas e equipamentos de ski. A Escuela Xtreme é uma das maiores empresas de aluguel de roupas, equipamentos e aulas de ski e snowboard no Cerro Catedral. Eles já fazem esse trabalho há mais de duas décadas e a infraestrutura deles é enorme.

onde esquiar em bariloche 2023
A Escuela Xtreme é enoooorme e tem muita variedade em roupas e equipamentos!

Na hora de alugar sua roupa, a dica é sempre experimentar a roupa imediatamente e, ao perceber alguma irregularidade (seja no tamanho, seja no zíper que não está funcionando, por exemplo), não deixe de comunicar a pessoa que está te atendendo que você gostaria de trocar por outra opção! Eles possuem uma variedade enorme de casacos, calças, capacetes, óculos e luvas, certamente um vai cair muito bem em você!

Já no setor do aluguel de equipamentos, todos são extremamente simpáticos e prestativos. Os equipamentos são muito bonitos, bem coloridos e bem cuidados. Nessa hora, é importante você dizer se as botas de ski estão realmente confortáveis nos seus pés.

Além disso, fizemos 3h de aula com o professor da Escuela Xtreme chamado Pablo. Esse foi o primeiro contato da Fê – nossa mais nova revisora – com a neve e com o esqui. O professor foi muito paciente e brincalhão, a Fê adorou! Ele ensinou todos os detalhes e nos deixou praticar muuuuito, até cansar. Ele sempre estava ao nosso lado para ajudar, corrigir e ensinar cada vez mais movimentos.

onde esquiar em bariloche cerro catedral
Fernanda e Leandro com o professor Pablo da Escuela Xtreme.

No final dessa aula, a Fê já estava conseguindo descer a pista de iniciantes! Por isso, a aula de esqui é fundamental para quem não tem experiência nenhuma. Sem essa aula, a Fê não teria autonomia nenhuma para curtir os dias de esqui no Cerro Catedral. Certamente, ela levaria muitos mais tombos até aprender como fazer curvas, ir mais devagar, frear etc.

Como chegar no Cerro Catedral:

O melhor jeito de chegar no Cerro Catedral é de carro. A gente recomenda o site Rent Cars para aluguel de carro. Eles comparam os melhores preços entre as principais locadoras disponíveis no destino!

Já o ônibus é a forma mais econômica (e também menos confortável) para ir até o Cerro. Primeiro, você precisa ter um cartão chamado SUBE recarregado, que pode ser comprado no centro da cidade. A linha que faz o trajeto Centro Cívico – Cerro Catedral é a 55 e teoricamente passa a cada 30 minutos. Saiba mais detalhes nesse post do blog Quero Viajar Mais.

qual é o melhor lugar para esquiar em bariloche
A Cordilheira dos Andes vista do alto do Cerro Catedral.

Veja também: Tudo que você precisar saber para planejar a sua viagem para Bariloche


02. Cerro Otto

O Cerro Otto é a montanha mais próxima do centro de Bariloche, localizado a apenas 6km de distância. Para chegar ao topo, você ingressa em um teleférico que passará por paisagens incríveis entre árvores com neve, no inverno.

Apesar de não ser possível praticar esqui ou snowboard no Cerro Otto, não deixe de visitá-lo para conhecer a famosa Confeitaria Giratória – que oferece desde lanches à refeições completas –  e praticar o divertido esquibunda com pistas para crianças e adultos. Dependendo do horário, você também poderá praticar a caminhada com raquetes de neve.

Os valores dos passes são atualizados a cada temporada. Em 2022, pagamos 4.500 pesos argentinos por pessoa no ticket de entrada e mais 2.500 pesos argentinos no esquibunda de adulto com direito a 3 descidas + prancha de neve. Recomendamos que você sempre consulte o tarifário atualizado no site do Cerro Otto.

onde esquiar em bariloche cerro otto
Prepare-se para ver paisagens incríveis no Cerro Otto.

#DicaDaNanda: Lembre-se de comprar o seguro viagem com cobertura para viagem de neve – assim, se você sofrer algum acidente esquiando, estará assegurado e não terá tanta dor de cabeça. A gente indica o site Seguros Promo, que tem ótimos preços. Clique aqui para fazer sua cotação! Utilize o código MALADEAVENTURAS para ganhar 5% de desconto!

Nossa experiência no Cerro Otto:

O Cerro Otto é uma excelente opção de passeio para toda a família. Fomos bem cedo e fizemos algumas caminhadas por conta própria na neve ao redor da confeitaria giratória e depois nos divertimos no esquibunda.

O complexo do Cerro Otto conta com duas pistas de esquibunda, uma menor destinada a crianças pequenas e uma com 500m de extensão, com descidas mais íngremes, para os adultos. Posso garantir que dá um frio na barriga e é muito gostoso descer a montanha em uma prancha de neve!

onde esquiar em bariloche cerro otto
A qualidade da foto não é das melhores, mas é o único registro da Fê se aventurando no esquibunda!

Aproveitamos para almoçar na Confeitaria Giratória. Como o local é super disputado, nós almoçamos um pouquinho depois do horário e valeu super a pena, porque não pegamos nenhuma fila. Vale ressaltar que apesar da ideia de um restaurante giratório causar enjoo, o local se move tão lentamente que você nem sente!

Como chegar no Cerro Otto:

Chegar no Cerro Otto é bem simples! Existe um ônibus gratuito que saí do centro de Bariloche e leva os visitantes gratuitamente até o Cerro. Você encontrará o local de embarque na Rua Mitre, em frente ao prédio das Aerolíneas Argentinas. O ônibus saí de hora em hora.

Para voltar do Cerro Otto até o centro de Bariloche é a mesma coisa. O Cerro dispõe de um ônibus gratuito que saí da entrada do complexo do Cerro Otto e segue até a Rua Mitre, também de hora em hora.


Onde esquiar em Bariloche: nos arredores

As cidades vizinhas de Bariloche também possuem ótimas opções de estações de ski na Argentina. O melhor de tudo é que muitas delas são mais vazias, diferente das estações de ski de Bariloche.

03. Cerro Bayo – Villa La Angostura

Villa La Angostura é uma charmosa cidadezinha, a 1h30 de Bariloche. É uma ótima alternativa para quem procura um destino menos turístico, com bons restaurantes e opções de lazer mais autênticas.

O Cerro Bayo é a estação de esqui mais próxima da pequena cidade, a apenas 14km de distância. Iniciantes no esqui (ou snowboard) costumam preferir aprender por lá, já que é uma estação bem mais tranquila, sem a grande quantidade de turistas do Cerro Catedral.

cerro bayo villa la angostura
Onde esquiar em Bariloche: visual lindo do Cerro Bayo! / foto: divulgação villalaangostura.com.br

São ao todo 31 pistas, com 4 níveis de dificuldade, incluindo uma pista exclusiva para iniciantes. Assim, você poderá aprender sem preocupação e com mais tranquilidade.

Se a sua intenção é apenas aproveitar a neve, você pode subir o teleférico e curtir a paisagem do Lago Nahuel Huapi. Há algumas opções de restaurantes para almoçar ou apenas tomar um café.


No Booking você encontra excelentes opções de hospedagem em Villa La Agostura!
Clique aqui para conferir os melhores preços.


Para saber mais sobre preços, onfira o tarifário do Cerro Bayo.

No site do Cerro Bayo eles oferecem um programa chamado “Experience Cerro Bayo”, com três pacotes turísticos oferecendo hospedagem e passeios super diferentes, como andar de raquetas na neve, descer de tobogã, percorrer os lagos que a milhares de anos formavam os glaciais, e desfrutar da deliciosa culinária da Patagônia. Vale a pena acessar para saber mais!

Como chegar no Cerro Bayo:

A melhor forma de ir até o Cerro Bayo desde Bariloche é de carro. Mas se você não alugou um veículo, não se preocupe, você pode contratar o serviço de um remis (que é tipo um Uber local) com um horário combinado para buscá-lo no hotel de manhã e depois pegá-lo no Cerro no final da tarde.


04. Cerro Chapelco – San Martin de Los Andes

Na nossa viagem para Bariloche em agosto de 2018, incluímos três noites em San Martin de Los Andes pois queríamos muito esquiar no Cerro Chapelco – na nossa opinião, um dos melhores centros de esqui da Argentina!

cerro chapelco san martin de los andes
Onde esquiar em Bariloche: visual de uma das pistas do Cerro Chapelco, de cara para o Vulcão!

A pequena cidade patagônica fica a 180km de distância de Bariloche. O ideal é alugar um carro para fazer o trajeto passando pela Ruta de Los Siete Lagos, uma estrada linda, com paisagens incríveis. Contamos a nossa experiência no post Roteiro de 10 dias em Bariloche e San Martin de Los Andes, vale a pena conferir.

O Cerro Chapelco fica a 20km do centrinho de San Martin – e a gente recomenda que você se hospede na cidade, que tem boas opções de hotéis e ótimos restaurantes, além de ser uma cidade muito charmosa.

O tarifário do Cerro Chapelco muda de temporada para temporada, então não deixe de consultar o site oficial para ver os preços atualizados.

Nossa experiência no Cerro Chapelco:

Tivemos muita sorte com o tempo – céu azul nos dois dias de esqui, o que deixou a nossa experiência muito mais incrível. A estrutura do Chapelco é muito boa – o teleférico principal chega em um bom restaurante, com opções para almoço (macarrão, milanesa, saladas, sopas) e lanche (pizza, hambúrguer, cafés), além da belíssima vista das montanhas.

Nessa “segunda base” estão outros teleféricos que levam até pistas mais avançadas, todas com visual lindo para o Lago Lácar e o Vulcão Lanin. Outro grande diferencial da estação são as árvores que vão margeando algumas pistas, deixando a paisagem mais linda!

Onde esquiar em Bariloche e arredores
Onde esquiar em Bariloche: Pausa para curtir a neve durante o ski! As árvores margeando as pistas do Cerro Chapelco deixam a paisagem mais linda!

Eu, que ando de ski e adoro percorrer caminhos, adorei as pistas azuis e verdes do Cerro Chapelco – muitas delas são longas, com kilômetros de distância, deixando a descida muito mais prazerosa. Quando tem bastante neve, pode-se chegar até a base esquiando!

Como chegar no Cerro Chapelco:

Se você está se perguntando como chegar no Cerro Chapelco, o melhor é estar com um carro alugado, já que a montanha não fica na região central de San Martin.

Entretanto, você pode pegar um transfer de Bariloche até San Martin que te deixará no centro da cidade e depois pegar outro transfer ou táxi para o Cerro. Nessa opção, você gastará mais tempo na estrada, por isso é importante sair bem cedinho de Bariloche.


05. Cerro La Hoya – Esquel

Em 2016 fizemos uma viagem muito legal com os nossos amigos para Esquel, uma cidadezinha não tão distante de Bariloche, ainda pouco conhecida pelos turistas, mas que esconde paisagens de tirar o fôlego e passeios muito autênticos, tanto durante o verão quanto no inverno.

La Hoya é o centro de esqui da região, que é conhecido pela excelente qualidade da neve – seca e powder. São 22 kilômetros de pistas conectadas entre si por teleféricos e travessias de montanha, tudo pensado para você não perder tempo e esquiar bastante!

esquiando com amigos no Cerro La Hoya
Onde esquiar em Bariloche: com os amigos esquiando no Cerro La Hoya!

As vantagens de esquiar em La Hoya, além da excelente neve, são: fugir dos turistas – principalmente os brasileiros, que tomam conta do Cerro Catedral, em Bariloche – e poder aproveitar a temporada até setembro. Sim, a temporada de inverno é mais tardia por lá!

Nossa experiência no Cerro La Hoya:

Foi no Cerro La Hoya onde a Gaia aprendeu a esquiar! Fizemos um post completo com tudo sobre a estação de esqui La Hoya. Veja aqui: Cerro La Hoya, uma excelente estação de esqui na Argentina como alternativa a Bariloche

E tem vídeo mostrando a nossa experiência em La Hoya no nosso canal do Youtube! Aperte o play para conferir:

Como chegar no Cerro La Hoya:

A cidadezinha de Esquel está localizada a aproximadamente 4h30min de Bariloche, pela Ruta 40, de carro. Caso você esteja em Bariloche, o ideal é ir até a cidade em um carro alugado. Recomendamos que você aproveite e se hospede alguns dias por Esquel.


Lembrando que nós sempre recomendamos o site da RentCars quando o assunto é aluguel de veículos. Eles comparam os preços das principais locadoras do destino, assim você economiza tempo e dinheiro.

Também é possível ir de Bariloche até Esquel de avião, mas essa é uma opção um pouco mais cara.

Do centro de Esquel até a estação de ski La Hoya você pode ir de táxi ou de carro. Há estacionamento gratuito no local.


06. Ski Pucón – Pucón

Pucón é uma cidadezinha no Chile que fica bem próxima da Argentina – são 200km que a separam de San Martin de Los Andes, por exemplo. A 20 minutos do centro de Pucón está a estação Ski Pucón, que oferece também uma ótima estrutura para quem quer esquiar ou praticar snowboard.

Esquiar em Ski Pucón é uma ótima opção para quem quer fugir totalmente do óbvio e conhecer novas estações de esqui sem precisar ir muito longe.

 

Já imaginou esquiar nos “pés” de um vulcão? Em Pucón isso acontece: o Ski Pucón está no início do Vulcão Villarica, que é um dos grandes atrativos da pequena cidade. Uma experiência diferente e única!

A estrutura não se compara aos gigantes Valle Nevado ou Cerro Catedral, mas é aquele clima mais aconchegante, com menos turistas, que te dá aquele gostinho especial, de descoberta – afinal, pouca gente conhece esse lugarzinho!

E se você quiser saber de mais possibilidades para se fazer no inverno na cidade de Pucón veja esse post do blog Viajando na Janela!

Como chegar no Ski Pucón:

Se você pretende conhecer a estação Ski Pucón saindo de Bariloche, saiba que você vai precisar se hospedar na pequena cidade de Pucón, nem que seja por um dia.

Indo de carro, o trajeto leva em torno de 5h. Mas o trajeto também pode ser feito de ônibus, em um trajeto que leva aproximadamente 9h até o centro de Pucón e custa entre R$100 – R$200 por pessoa.


Hotéis de neve em Bariloche: top 3 hotéis para quem quer esquiar

Agora que você já sabe onde esquiar em Bariloche 2023, tenho algumas dicas de hotéis de neve para você, viajante, que quer aproveitar ao máximo a temporada de neve e o esporte, ficando mais próximo das montanhas.

01. Punto Bariloche

Punto Bariloche é um ótimo hotel de neve em Bariloche no Cerro Catedral. Ele funciona no esquema de apartamentos completos, perfeito para aqueles que gostam de ter mais privacidade e liberdade. Outro ponto positivo é que o hotel disponibiliza um ótimo café da manhã para os hóspedes diariamente no salão principal.

hotel de neve em bariloche
Punto Bariloche. Foto: Divulgação Booking

Cada apartamento possui vista das montanhas, lareira, TV de tela plana, cozinha completa, wi-fi e área de estar. A decoração amadeirada é bem rústica e aconchegante. Super combina com a vibe do Cerro Catedral! Todos os apartamentos são bem espaçosos, ótimos para quem está indo em família ou com grupo de amigos.


02. Apart Hotel y Hosteria del Sir

Localizado em Villa La Angostura e a 3km do Cerro Bayo, o Apart Hotel y Hosteria del Sir é um ótimo hotel de neve para quem está viajando focado em esquiar muito!

O hotel é bem charmoso, com decoração amadeirada rústica, bem característica da região. Nele é possível alugar carros e bicicletas. Além disso, o hotel possui restaurante e o café da manhã está incluso na diária!

hotel de neve bariloche
Apart Hotel y Hosteria del Sir. Foto: Divulgação Booking.

Os quartos são espaçosos e equipados com TV, roupas de banho e lareira.


03. El Refugio Ski & Summer Lodge

O El Refugio Ski & Summer Lodge é nossa indicação de hotel de neve em San Martin de Los Andes. O hotel está localizado a 250m dos teleféricos de esqui do Cerro Chapelco e possui estacionamento gratuito para os hóspedes.

Lá você encontrará chalés amadeirados com uma decoração moderna, simples e bonita. O hotel possui restaurante, piscina, spa, academia e wi-fi disponível em todas as áreas. Além de possuir café da manhã incluso na diária.

Os quartos são maravilhosos, com lareira, mesa, cama grande e bastante espaço. Tudo lá te faz se sentir bastante confortável porque o ambiente é mega organizado.

hotel de neve para esquiar em bariloche
El Refugio Ski & Summer Lodge. Foto: Divulgação Booking.

Dúvidas frequentes de quem procura onde esquiar em Bariloche

Nós sabemos que na hora de planejar uma viagem, muitas dúvidas começam a pipocar em nossa cabeça. Por isso, selecionamos as principais perguntas dos nossos leitores quando o assunto é sobre onde esquiar em Bariloche.

Quanto custa esquiar em Bariloche?

Eu aposto que depois de conhecer todos esses centros de esqui você está se perguntando quanto custa esquiar em Bariloche. Certamente, o valor varia de local para local. Por isso, preparei uma lista com o valor dos ingressos dos principais lugares para esquiar no Chile 2023:

  • Cerro Catedral: ARS 9.990 o ingresso de esqui 1 dia para adultos entre 12 e 64 anos.
  • Cerro Otto: ARS 4.500 o ingresso de entrada no Cerro + ARS 2.500 o esquibunda.
  • Cerro Bayo: ARS 4.700 o ingresso de 1 dia de esqui para adultos entre 12 e 64 anos.
  • Cerro Chapelco: ARS7.700 o ingresso de 1 dia para pessoas entre 12 e 59 anos.

Lembrando que a cotação do peso argentino atualmente (setembro de 2022) está em R$0,036 centavos.

Qual é o melhor lugar para esquiar em Bariloche?

Para quem procura o melhor lugar para esquiar em Bariloche, na própria cidade, com certeza estamos falando do Cerro Catedral. Ele tem infraestrutura bem completa para todos os níveis de esquiadores.

seguro viagem para neve

Se você quiser fugir um pouco do movimento do Cerro Catedral, recomendamos esquiar na cidade vizinha Villa La Angostura, pela proximidade com Bariloche e qualidade do atendimento prestado no Cerro Bayo.

O que vestir na neve?

Essa é uma dúvida que eu mesma fiquei quebrando a cabeça na hora de arrumar a minha mala de viagem para Bariloche. Eu fiquei muito preocupada com o que vestir na neve para não sentir frio e nem calor enquanto estivesse esquiando.

O melhor é ter roupas que não te deixem perder o calor corporal e se vestir usando a famosa regra das três camadas. Nessa regrinha, você vestirá três camadas de roupas, sendo a primeira constituída por aquela peça conhecida como “segunda pele”. Essas peças são, geralmente, mais coladas no corpo e em tecidos respiráveis.

Não esqueça de usar cachecol (ou gola) e luvas!

A segunda camada dessa regra diz respeito as roupas quentes, mas não grossas, e que atuem como isolante térmico. Assim o calor do seu corpo não saí e o frio da montanha não entra. Recomendo muito roupas em fleece para essa camada, já que esse tecido possui bom isolamento e é bastante maleável e confortável.

Por fim, a terceira camada é aquele famoso casacão acolchoado e impermeável que não vai deixar você absorver a umidade do gelo e ainda vai te ajudar a ficar quentinho!


Onde alugar roupas de neve em Bariloche?

Bariloche possui uma infinidade de lojas de aluguel de roupas de neve, tanto no centro quanto nas montanhas. Nós recomendamos o aluguel de roupas de neve + equipamentos de ski diretamente no Cerro Catedral, na Escuela Xtreme.

Eles possuem uma grande variedade de roupas e equipamentos. Mas o que eu mais gostei é que as roupas disponibilizadas lá são em estampas diferentes das demais lojas. Assim não parecia que eu estava de uniforme rs.

Seguro viagem Argentina é obrigatório?

Se você está se perguntando se o seguro viagem Argentina é obrigatório, saiba que não mais. Durante a pandemia, o governo argentino exigia que os visitantes que chegassem a Argentina tivessem contratado um seguro viagem com cobertura para Covid-19, entretanto essa regra foi eliminada pelo governo em 26 de agosto de 2022.

Ainda assim, nós sempre vamos recomendar que você sempre faça um seguro viagem para evitar dores de cabeça. Especialmente na neve, caso algum acidente ocorra, é muito importante você poder contar com uma ajuda. É claro que a gente nunca quer que algo aconteça, mas é melhor prevenir, não é mesmo?

seguro viagem neve teleferico
Ver a neve lá de cima? Não tem preço! Com um seguro você fica mais tranquilo!

Nós temos um post bem completo falando sobre seguro viagem para neve. Não deixe de conferir para descobrir qual é o melhor seguro viagem para neve. E quando o assunto é seguradora, nós sempre usamos e indicamos o site da Seguros Promo. Além de ótimos preços, você ainda pode usar nosso cupom de desconto MALADEAVENTURAS para ganhar 5% de desconto no seu seguro!


Pronto para esquiar em Bariloche 2023?

Espero que vocês tenham gostado das dicas de onde esquiar em Bariloche e arredores, e que aproveitem muito a próxima viagem para a neve! Se você já foi para Bariloche esquiar, coloca aqui nos comentários como foi a sua experiência!



Você também vai gostar de ler:

 


OBS: é provável que você encontre links de afiliados nesse post. Portanto, se você utilizou os nossos links para fazer as reservas da sua viagem, muito obrigada! É dessa forma que mantemos o blog ativo e sempre atualizado, pois ganhamos uma pequena comissão gerada através dessas vendas - e você não paga nada a mais por isso!
Quem escreve | @nandahudson
Quem escreve
Criadora de conteúdo e viajante profissional, a co-fundadora e editora do Mala de Aventuras está sempre em busca de paisagens de tirar o fôlego e experiências transformadoras pelo Brasil e pelo Mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *